44 3269-7000
44 3034-5247
Av: Nildo Ribeiro da Rocha Neto, 1582 — Vila Marumby Maringá/PR — CEP: 87005-160
contato@escritorioregente.com.br

Estressado e desmotivado com o home office? O "normal" está chegando

O Brasil é o segundo país mais afetado pela pandemia de COVID-19 segundo um estudo da organização australiana Lowy Institute

O Brasil é o segundo país mais afetado pela pandemia de COVID-19 segundo um estudo da organização australiana Lowy Institute, que analisa políticas públicas no combate ao coronavírus após analisar todas as medidas que foram tomadas em quase 100 países envolvendo ações federais em relação à saúde envolvendo testagem, estratégias de contenção do vírus, campanhas de vacinação, e por aí vai.

No mercado de trabalho os efeitos são sentidos além de demissão, há apreensão e medo:

“É claro que os trabalhadores estão sofrendo, assim como as empresas com a pandemia. As restrições forçaram o home office e essa mudança com a condução da pandemia no Brasil gera ainda desconforto e estresse por parte de muitos profissionais. Mas a vacina está começando a aparecer com mais força, diversas empresas estão empenhadas na vacinação massiva, forçando uma mudança de cenário para alcançarmos o patamar que muitos países estão vivendo agora” explica Eliane Catalano, Coordenadora de Recrutamento e Seleção da RH NOSSA.

Vamos chegar lá?

A resposta é: sim! Nova Zelândia, Tailândia, Vietnã, Islândia, Estados Unidos e Austrália já estão começando a voltar ao normal depois de fortes ações que obtiveram sucesso. Quem vive hoje estressado e preocupado, deve manter a esperança e o olhar o que acontece em países que começam a vencer o "mal" .

Uma fonte de esperança é o Movimento Unidos pela Vacina, que conta com o apoio de diversas empresas e representantes da sociedade civil em todo o Brasil para que aconteça a esperada: “Essa movimentação é fundamental para motivar quem está estressado. As pessoas estão esgotadas do home office, cansadas de ficar em casa e não poder sair, se locomover. Mas isso vai passar se todos tivermos foco, resiliência, inteligência emocional e espiritual”.

Catalano reforça que as empresas estão empenhadas para que isso tudo passe o mais rápido possível para que, em poucos meses, possamos ver o que acontece na Austrália, por exemplo, se tornar realidade por aqui: “A iniciativa privada tomou a dianteira com este movimento e as autoridades, ao que tudo indica, já perceberam que estamos muito atrasados no combate e começam a se movimentar com maior agilidade. Talvez todos estejam cansados de ouvir, incluindo nesse texto, mas é verdade, mantenha a fé que "Vai passar"! “

Todos os direitos reservados | © 2021 | ESCRITóRIO REGENTE
desenvolvido por