44 3269-7000
44 3034-5247
Av: Nildo Ribeiro da Rocha Neto, 1582 — Vila Marumby Maringá/PR — CEP: 87005-160
contato@escritorioregente.com.br

SP - Sem alteração de prazos, escritórios de contabilidade sofrem com feriadão

O home office conseguiu ser bem adotado em alguns setores, mas em outros ainda causam problemas, principalmente levando em conta períodos de feriados prolongados como o que ocorrerá na região entre 27 de março e 4 de abril. Os escritórios de contabilidade apontam problemas em torno da demanda e da não prorrogação dos prazos para os tributos, o que ajudaria a reduzir os problemas ocasionados pela menor capacidade de trabalho em meio a pandemia do novo coronavírus.

O home office conseguiu ser bem adotado em alguns setores, mas em outros ainda causam problemas, principalmente levando em conta períodos de feriados prolongados como o que ocorrerá na região entre 27 de março e 4 de abril. Os escritórios de contabilidade apontam problemas em torno da demanda e da não prorrogação dos prazos para os tributos, o que ajudaria a reduzir os problemas ocasionados pela menor capacidade de trabalho em meio a pandemia do novo coronavírus.

Segundo o representante da Associação das Empresas de Serviços Contábeis (Aescon), Ulisses Celso Garcia Gonçalves, o principal problema está entre aqueles com uma menor experiência. “Eu, por exemplo, tenho funcionários maduros, funcionários qualificados para trabalhar em home office. Esse pessoal que têm condições está atendendo as obrigações assessórias em home office, então isso ajuda. Mas a maioria dos escritórios, grande parte dos escritórios está rebolando muito, passando um perrengue mesmo”.

A falta de estrutura para o trabalho em casa e a grande demanda dos clientes é somada a não prorrogação dos prazos dos tributos em vários municípios que vão adotar o feriadão para impedir a propagação do covid-19. Ulisses explica que no ano passado, quando houve uma estratégia parecida em todo o estado, os problemas foram reduzidos, mas desta vez os problemas tendem a ser maiores.

“Existem empresas que ainda estão na dúvida sobre quem vai trabalhar ou não neste período. Se trabalhar, pode ser hora extra ou banco de horas, em alguns setores isso foi proibido pelos sindicatos. Então como eles vão fazer? Temos que dar baixa em todas essas coisas e isso fica muito complicado sem a prorrogação dos prazos”, seguiu o contabilista.

Na região, os escritórios de contabilidade não vão funcionar segundo as regras do feriadão. Apenas serviços essenciais, sendo que as empresas ligadas a área da Saúde são as únicas que vão ultrapassar o horário de funcionamento das 17h, como forma de conseguir manter o atendimento e também garantir a vacinação durante este período.

Sobre prazos, apenas Ribeirão Pires e Santo André prorrogaram prazos do ISS (Imposto Sobre Serviços). Os anúncios ocorreram nesta terça-feira (23/3). Além disso, os bancos vão seguir funcionando com o esquema do atendimento eletrônico pelos caixas ou pelo internet banking em seus sites e aplicativos.

Todos os direitos reservados | © 2021 | ESCRITóRIO REGENTE
desenvolvido por